Mostrar 99 resultados

Descrição arquivística
Administração

Integra documentação concernente à estrutura orgânica, funcionamento e história da Irmandade do Santíssimo Sacramento e Nossa Senhora da Caridade da Igreja de São Nicolau; à vida interna da própria instituição; aos acontecimentos, termos e deliberações relevantes; à proveniência e gestão financeira dos seus bens móveis e imóveis; à administração dos legados pios e capelas; ao controlo patrimonial pela elaboração de inventários; ao sufrágio das almas dos irmãos e devotos; à sua relação com os membros dos corpos gerentes, com os irmãos, inquilinos e foreiros, paroquianos e entidades administrativas, bancárias e congéneres; à representação da irmandade nos litígios e ações judiciais; aos atos e festividades relacionados ao culto ao Santíssimo e a Nossa Senhora da Caridade; à assistência e beneficência aos irmãos e paroquianos pobres; à alfabetização e preparação de alunos de ambos os géneros, filhos de irmãos e paroquianos pobres, para a admissão aos liceus, à assistência com vestuário, alimentação, cuidados de saúde e a distribuição de prémios pecuniários aos aprovados nos exames; às questões relativas aos processos de obras de beneficiação do templo ou das propriedades que a irmandade administra.

Gestão financeira
PT INSE ISSIE/GF · Secção · 1605 - 1995
Parte de Irmandade do Santíssimo Sacramento da Igreja de Nossa Senhora da Encarnação

Nesta secção reúnem-se todos os conjuntos documentais que testemunham a administração financeira da Irmandade: orçamentos e contas de gerência (1841-1985), registo de orçamentos (1931-1946); livros de receita e despesa dos tesoureiros (1752-1763), os subconjuntos de livros de receita do tesoureiro (1763-1804), de despesa do tesoureiro (1763-1805), de administração das capelas e outros legados pios (1720-1768) e de despesa de obras (c. 1775-1824); inclui-se ainda nesta secção as séries de receita e despesa da Fábrica da Igreja (1753-1802), dos documentos comprovativos das receitas e despesas (1724-1882 e 1934-1987), receita e despesa do andador (1775-1802) e a subsérie de registo de receita e despesa da Fábrica, quando o seu registo estava à responsabilidade do Procurador (1804-1827), a de demonstração das despesas anuais da Irmandade (1806), escrituração mensal da Irmandade (1806-1807), conta da receita e despesa do tesoureiro (1806-1822), tombo dos bens e rendimentos da Irmandade (1806-1820), conta corrente com os devedores e credores da Irmandade (1771-1822) e com o procurador da Mesa (1812-1817), de registo de conhecimentos (1814-1846), as séries de livros Diário (1822-1947), Cofre e Contas (1822-1843 e 1844-1945), Razão (1822-1864), receita por lembrança (1822-1828), Livro dos Padrões (1822-1834) e cartas de padrão (1605-1813), extractos de contas por verbas orçamentais (1890-1892), Legados Pios (1891-1946), de receita e despesa da imagem do Senhor Jesus dos Passos (1904-1910), Livro Caixa da Comissão Administrativa (1911-1912) e da Irmandade (1938-1986), a de balanço da despesa (1934-1938), a de livro de verbas (1978-1985), de movimento diário de receita e despesa (1993-1995), as séries de livros de guias de despesa (1901-1909) e de receita (1923-1924), das cadernetas de recibos de quotas pagas pelos irmãos (1894-1971), recibos de donativos e jóias (1922-1938), verbetes para a passagem de quotas (1936), lista de donativos para obras (1939) e a colecção de recibos de rendas de casas (1911-1979). Esta secção inclui ainda duas subsecções: Cofre dos Socorros (1893-1935) e Conta Particular do Tesoureiro Colffs (1790-1803).

Gestão institucional
PT PSN PSN/A · Secção · 1591 - [19--]
Parte de 01. Paróquia de São Nicolau

Compreende documentação produzida, recebida e acumulada pela Paróquia de São Nicolau da cidade de Lisboa no âmbito da sua gestão institucional. Inclui documentação que fixa e explana a sua estrutura orgânica, o seu funcionamento e atividade dos órgãos e demais entidades que lhe são subordinadas. Constam estatutos, atas, coleções de legislação, sentenças, relações de paroquianos, apresentações de benefícios eclesiásticos pertencentes à paróquia de São Nicolau, memórias, apontamentos, correspondência recebida de diferentes entidades, entre outros documentos.

Paróquia de São Nicolau
Comissão de obras
PT INSE ISSIE/CO · Secção · [Post. a 1819] - 1880
Parte de Irmandade do Santíssimo Sacramento da Igreja de Nossa Senhora da Encarnação

Esta secção é constituída pelos diversos conjuntos documentais relativos às obras realizadas na Igreja e noutros imóveis pertencentes ou a cargo da Irmandade do Santíssimo Sacramento e aqueles que foram produzidos pela Comissão encarregue de terminar as obras de reedificação da Igreja e do Projecto Gratuito. Incluíram-se aqui as séries de registo das conferências da Comissão de Obras (1820-1824), projecto de Empréstimo Gratuito (1819), receitas e despesas do Cofre das Obras (1820-1825), empréstimo para a obra da Igreja (1820-1880), receita proveniente dos peditórios para as obras (1822) e os documentos referentes às rifas, cujo produto se destinava também a custear as obras (1822).

Formação
PT UCP/CEHR AALN/B · Secção · 1894 - 1944
Parte de Arquivo Professor António Lino Neto

Conjunto documental referente à vida de António Lino Neto como estudante. Integra correspondência com informação referente à sua passagem pelo Liceu Mouzinho da Silveira, em Portalegre, e pela Universidade de Coimbra, entre 1894 e 1899, onde se licenciou em Direito.

Vida social e religiosa
PT UCP/CEHR AALN/D · Secção · 1875 - 1961
Parte de Arquivo Professor António Lino Neto

Conjunto documental que reflecte a intervenção e as interacções de António Lino Neto em diversos espaços, organismos e instituições. Integra correspondência, artigos de imprensa, discursos, entrevistas, escritos diversos, comprovativos de nomeações, inscrições e de pagamentos efectuados, entre outros documentos, que expõem os seus contactos, a sua acção e a sua influência em diversos contextos da sociedade portuguesa. Destaca-se a cooperação com associações de socorros, instituições de assistência à saúde, de assistência infantil e de apoio à pobreza; a colaboração com associações católicas de leigos; os contactos estabelecidos com diversos membros da hierarquia eclesiástica e a actuação a favor das ordens e congregações católicas; a participação em congressos e encontros católicos (excepto os congressos promovidos pelo Centro Católico Português); a colaboração em diversos periódicos. Para além das relações enquadradas institucionalmente, importa salientar o considerável número de documentos, sobretudo correspondência recebida e expedida (cópias), respeitante às interacções sociais, de carácter deal, estabelecidas entre António Lino Neto e diversas entidades singulares (indivíduos). Estes documentos evidenciam a sua actuação em diferenciadas redes sociais, revelando também detalhes ao nível das suas sensibilidades, preocupações, motivações e vivências no campo cívico e religioso.

Atividades empresariais
PT UCP/CEHR AJMBC/E · Secção · 1896-[?]-[?] - 1974-06-11
Parte de Arquivo José Maria Braga da Cruz

Conjunto documental que enquadra as atividades e funções de caráter empresarial de José Maria Braga da Cruz enquanto acionista da Companhia de Seguros Fraternidade, acionista do Banco Popular Português, sócio fundador da Empresa Minho Gráfico e fundador da Sociedade Agrícola do Casal do Assento. Para estas funções não foi possível apurar o intervalo temporal em que José Maria Braga da Cruz as exerceu.

Atividades cívicas
PT UCP/CEHR AJMBC/F · Secção · 1927-04-17 - 1970-02-14
Parte de Arquivo José Maria Braga da Cruz

Conjunto documental que enquadra as atividades e funções de caráter cívico de José Maria Braga da Cruz enquanto membro do Conselho Fiscal do Salão Recreativo Bracarense, sócio Efetivo do Instituto Minhoto de Estudos Regionais e membro da Comissão de Honra da Homenagem a António Augusto Nogueira da Silva, bem como outra documentação conexa, relativa aos seus interesses pessoais variados. Para algumas funções não foi possível apurar o intervalo temporal em José Maria Braga da Cruz as exerceu.

Gestão de património
UCP/BUJPII RCVMG/B · Secção · 1942-05-16 - 1984-07-18
Parte de Ruy Cinatti Vaz Monteiro Gomes

Documentação referente à gestão do património de Ruy Cinatti, nomeadamente cadernetas prediais, escrituras de compra e venda, inventários de bens, procurações, orçamentos e cadernos de encargos, títulos de registos de propriedades, projetos, plantas e desenhos de arquitetura.

Práticas Profissionais
PT UCP/CRCW CDMA/B · Secção · 1936 - 2014
Parte de Coleção documental Margarida Abreu

A secção está dividida em três séries - a primeira contém a documentação produzida por antigas alunas do Curso Superior de Serviço Social do Instituto Superior de Serviço Social de Lisboa - quer enquanto alunas, quer posteriormente nas diversas actividades e locais de trabalho da sua carreira profissional. A segunda série é constituida pelo projecto Ao encontro da memória, organizado e desenvolvido por Margarida Abreu nos anos de 2005-2007. Por fim uma terceira série relativa à Carreira Profissional que engloba toda a documentação relativa a evolução da carreira profissional de assistente social.

Margarida Abreu
Entidades de Assistência Social
PT UCP/CRCW CDMA/D · Secção · 1950 - 2013
Parte de Coleção documental Margarida Abreu

A secção contém documentos relativos a entidades que prestam Assistência Social, como os Centros Regionais de Segurança Social, a Comissão de Assistentes Sociais e Assistentes Familiares, o Centro de Observação e Orientação Médico-Pedagógico, a Casa Pia de Lisboa, entre outras.

Margarida Abreu
Legislação
PT UCP/CRCW CDMA/F · Secção · 1930 - 1999
Parte de Coleção documental Margarida Abreu

A secção contém impressões de legislação publicada no Diário do Governo e no Diário da República, acerca da regulamentação da carreira (acesso, atribuições funcionais), de quadros de pessoal (assistente social) em organismos do estado.

Margarida Abreu
Formação
PT UCP/CRCW CDMA/A · Secção · 1935 - 2013
Parte de Coleção documental Margarida Abreu

A secção está dividida em cinco séries: a primeira contém a documentação relativa às escolas de Serviço Social portuguesas representadas no acervo: cada uma delas contém a documentação reunida por Margarida Abreu, fruto do seu próprio espólio ou de doações. Na segunda série foi reunida a documentação relativa às escolas estrangeiras que ministraram cursos de Serviço Social, na terceira sebentas e trabalhos académicos, na quarta documentação relativa a outras formações, na quinta seminários e congressos.