Previsualizar a impressão Fechar

Mostrar 487 resultados

Descrição arquivística
Patriarcado de Lisboa
PT INSE ISSIE/GA/02/01/001 · Documento composto · 1934-07-02 - 1993-12-30
Parte de Irmandade do Santíssimo Sacramento da Igreja de Nossa Senhora da Encarnação

Correspondência recebida (1934-07-02 - 1993-12-30) e expedida (1937-12-30 - 1960-08-18), relativa à eleição de irmãos para cargos, bens a alienar, legados, missas, autorização para recolha de fundos para as obras na cobertura da Igreja, empréstimo de peças de culto a outras entidades, entre outros assuntos.

Registo de orçamentos
PT INSE ISSIE/GF/02 · Série · 1931 - 1946
Parte de Irmandade do Santíssimo Sacramento da Igreja de Nossa Senhora da Encarnação

Série constituída por dois livros de registo, em que são transcritos, cronologicamente, os orçamentos ordinários e suplementares da Irmandade, entre 1930 e 1946. A folha de rosto, que antecede cada um dos orçamentos, indica o ano económico, data de aprovação pela Mesa e sua composição, apresentando por vezes também os termos de aprovação e rectificação emitidos pela autoridade competente – Junta Geral do Distrito e/ou Patriarcado e datas respectivas. Os mapas orçamentais, com a previsão das verbas de despesa e receita, indicam o número de verba, descrição de cada verba (separadas por capítulos do orçamento) e os valores orçamentados para cada verba.

Receita e despesa da Irmandade
PT INSE ISSIE/GF/03 · Série · 1752 - 1763
Parte de Irmandade do Santíssimo Sacramento da Igreja de Nossa Senhora da Encarnação

Série documental constituída por dez livros, contendo os registos de receita e despesa da Irmandade do Santíssimo Sacramento, entre 1752 e 1763. Cada livro abrange os registos respeitantes a um ano económico, apresentando inicialmente as verbas da receita da Irmandade e, em seguida, as da despesa. Cada um dos registos da receita indica a quantia entregue ao irmão tesoureiro e a referência da origem da receita. Cada registo da despesa indica a quantia despendida pelo tesoureiro e a referência ao destino da mesma despesa. Todos os registos são efectuados pelo escrivão da Mesa da Irmandade, que os assinava juntamente com o tesoureiro. É ainda o escrivão da Mesa que passa todos os conhecimentos, que são entregues pela Irmandade como comprovativo dos valores recebidos. No final de cada livro apresenta-se um resumo da receita, um resumo da despesa e um termo de encerramento da conta do irmão tesoureiro, indicando: as datas de início e fim do ano económico, resumo geral dos recebimentos efectuados e das despesas realizadas, a quantia em dívida, a despesa e receita registadas no livro de receita e despesa da Fábrica (Ver série com ref.ª PT-INSE-ISSIE/GF/04) e o saldo da conta. O termo de encerramento da conta faz ainda referência à entrega da receita ao irmão tesoureiro que sucede ao cessante. Este termo de encerramento e quitação é assinado pelo escrivão, juiz e procuradores da Irmandade. Estes livros possuem índice, indicando, em cada entrada, o nome ou cargo a quem foi feito o pagamento ou de quem a Irmandade recebeu ou referência ao tipo de despesa ou de receita e o fólio do livro onde se encontra lançada a verba respectiva. Os registos assentes nesta série de livros têm continuação nas duas subséries - Receita da Irmandade, entre 1763 e 1804 (ref.ª PT-INSE-ISSIE/GF/03/01) e Despesa da Irmandade, entre 1763 e 1805 (PT-INSE-ISSIE/GF/03/02).

PT INSE ISSIE/GF/03/002 · Documento composto · 1753-08-26 - 1754-08-16
Parte de Irmandade do Santíssimo Sacramento da Igreja de Nossa Senhora da Encarnação

Índices da receita e da despesa no início do livro, receita f. 3-59, despesa f. 63-108, resumo da receita f. 109-110, resumo da despesa f. 110-111 e o encerramento da conta f. 112-112 v.º (1754-08-19). Tesoureiro: Nuno Prestes da Silva. Escrivão: Mateus Francisco Padrão.

PT INSE ISSIE/GF/03/004 · Documento composto · 1756-08-15 - 1758-05-31
Parte de Irmandade do Santíssimo Sacramento da Igreja de Nossa Senhora da Encarnação

Registos da receita f. 1-43, da despesa f. 49-97 v.º, resumo da receita f. 98-98 v.º, resumo da despesa f. 99-100 e o encerramento da conta f. 101-101 v.º (1760-09). Tesoureiro: Filipe de Santiago Ribeiro. Escrivão: Francisco Xavier de Sousa Caro; Mateus Francisco Padrão.

PT INSE ISSIE/GF/03/008 · Documento composto · 1760-10-19 - 1761-10-30
Parte de Irmandade do Santíssimo Sacramento da Igreja de Nossa Senhora da Encarnação

Registos da receita f. 1-40, da despesa f. 43-91, resumo da receita f. 92-92 v.º, resumo da despesa f. 93-93 v.º e o encerramento da conta f. 94-95 (1762-07-20). Tesoureiro: Filipe de Santiago Ribeiro; Mateus Francisco Padrão. Escrivão: Nuno Prestes da Silva.

PT INSE ISSIE/GF/03/01/002 · Documento composto · 1765-08-18 - 1767-08-30
Parte de Irmandade do Santíssimo Sacramento da Igreja de Nossa Senhora da Encarnação

Registos da receita separados por anos económicos. 1765/1766 - Receita f. 1-96, resumo da receita f. 97-98 e encerramento da conta f. 98-99 (1766-09-28). 1766/1767 - Receita f. 103-181 v.º, resumo da receita f. 183-184, encerramento da conta f. 184-186 v.º e termo de entrega ao tesoureiro do ano seguinte (1767-09). Não possui termos de abertura e encerramento. Tesoureiro: Tomás de Aquino Tavares. Escrivão: Bastos Viana.

Despesa da Irmandade
PT INSE ISSIE/GF/03/02 · Subsérie · 1763 - 1805
Parte de Irmandade do Santíssimo Sacramento da Igreja de Nossa Senhora da Encarnação

A série documental anterior designada por Receita e despesa da Irmandade (com a ref.ª PT-INSE-ISSIE/GF/03), subdivide-se, a partir de 1763, em dois subconjuntos documentais distintos: os livros de Receita da Irmandade (ver série com a ref.ª PT-INSE-ISSIE/GF/03/01) e os livros de Despesa da Irmandade. A presente subsérie documental é constituída por oito livros com registos da despesa da Irmandade, que continuam cronologicamente os da série anterior de Receita e Despesa e em relação aos quais são semelhantes, em organização e conteúdo. Alguns dos livros que constituem esta série abarcam mais do que um ano económico, como resultado do mesmo tesoureiro permanecer no cargo durante vários anos consecutivos. Inclui também, no final dos averbamentos da despesa, um resumo da mesma, a revisão das contas pelos irmãos contadores, o termo de encerramento das contas e termo de entrega das contas no final de cada ano económico ou quando existe mudança de Tesoureiro. Apenas os livros um e oito possuem índice, diferenciando as despesas como pertencentes à conta da Irmandade ou à conta de uma das testamentarias, sendo que, se forem da conta da Irmandade indicam apenas o fólio e, no caso de pertencerem a uma testamentaria, indicam o livro e fólio respectivo (Ver série com a ref.ª PT-INSE-ISSIE/GF/03/03, relativa à administração dos rendimentos legados pelos benfeitores). Os índices estão organizados por tipo de despesa, apresentando, da esquerda para a direita: o valor, a descrição da despesa e o(s)fólio(s) do livro em que se localiza o averbamento respectivo.

Despesa pertencente à Irmandade
PT INSE ISSIE/GF/03/02/001 · Documento composto · 1763-10-01 - 1765-08-17
Parte de Irmandade do Santíssimo Sacramento da Igreja de Nossa Senhora da Encarnação

Despesa da Irmandade do ano económico de 1763/1764 f. 1 a 42, a despesa pertencente à herança de Marcos da Silva f. 55-57, a despesa da herança de D. Teresa de Jesus Aurélia f. 61-65, a despesa da herança de Luís Salinas de Oliveira e seu irmão f. 66-67, a despesa da herança de Filipe de S. Tiago Ribeiro f. 71, o resumo da despesa do ano de 1763/1764 f. 74 e a despesa da Irmandade relativa ao ano de 1764/1765 do f. 76 em diante, até f. 142. Resumo da despesa f. 74 e 143, incluindo o número do fólio, descrição da despesa e valor despendido. No final da folha apresenta a quantia total. Após o resumo referente a cada um dos anos económicos, apresenta-se o encerramento de cada conta (de 1764-09-10 e 1765-08-18, respectivamente de 1763/1764 e de 1764/1765). Possui um índice no início do livro. Tesoureiro: Tomás de Aquino Tavares. Escrivão: Bastos Viana; A. Sampaio.

PT INSE ISSIE/GF/03/02/003 · Documento composto · 1767-12-10 - 1770-11-20
Parte de Irmandade do Santíssimo Sacramento da Igreja de Nossa Senhora da Encarnação

Registos das despesas com as várias heranças recebidas pela Irmandade. Apresenta a despesa da Irmandade relativa ao ano económico de 1767/1768 nos f. 1 a 59, o resumo da despesa de 1767/1768 f. 60-61, o encerramento da conta (1768-09-11); a despesa da Irmandade do ano 1768/1769 f. 63 a 115 e resumo da despesa 1768/1769 f. 124. Tesoureiro: Bernardo Gomes Jácome da Costa; Tomás de Aquino Tavares. Escrivão: Prestes da Silva.

PT INSE ISSIE/GF/03/02/006 · Documento composto · 1776-12-20 - 1789-01-03
Parte de Irmandade do Santíssimo Sacramento da Igreja de Nossa Senhora da Encarnação

Assentos das despesas com as várias heranças recebidas pela Irmandade. Apresenta os registos da despesa da Irmandade de 1776/1777 e 1777/1778 f. 7-51, o resumo total da despesa f. 53-53 v.º, o encerramento da conta f. 52 v.º, remetendo para o Livro da Receita f. 72. A seguir apresenta diversos registos com datas entre 1779 e 1789, sem encerramento das contas, sem resumos e sem totais anuais. Tesoureiro: Tomás de Aquino Tavares; Escrivão: Henrique José de Sequeira; Bernardo Gomes Jácome da Costa.

PT INSE ISSIE/GF/03/02/008 · Documento composto · 1803-10-04 - 1805-10-14
Parte de Irmandade do Santíssimo Sacramento da Igreja de Nossa Senhora da Encarnação

Registos da despesa f. 1-77, resumo das despesas que fez o Irmão tesoureiro lançadas pelo escrivão da Mesa com encerramento (1806-03-21) f. 77 v.º, mapa de diversas despesas que fez o tesoureiro, desde Outubro de 1803 em diante (1803-10-30 - 1805-10-14), realizado pelo escrivão e assinado por este e pelo tesoureiro (1806-03-21) f. 78, a conta corrente do tesoureiro (1806-03-21) f. 79 e o encerramento das contas do tesoureiro f. 79 v.º a 81 (1806-05-29). O tesoureiro ficou em dívida com a Irmandade, não conseguindo repor o dinheiro que devia, devido a alguns prejuízos tidos nos seus negócios, ficando com hipoteca geral de todos os seus bens presentes e futuros. Índice com marcador “Index”, no final, indicando a quantia, a despesa e folha respectiva. Tesoureiro: Cipriano Rodrigues de Oliveira. Escrivão da Mesa: Manuel Ribeiro Guimarães.

Administração de capelas e outros legados pios
PT INSE ISSIE/GF/03/03 · Subsérie · 1720 - 1768
Parte de Irmandade do Santíssimo Sacramento da Igreja de Nossa Senhora da Encarnação

Série documental constituída por dezanove livros e um caderno relativos à administração dos bens de testadores legados à Irmandade, em contrapartida do cumprimento de diversos encargos, como a celebração de missas, dotação de órfãs ou atribuição de esmolas a pobres. Estes livros dizem respeito aos legados da Condessa de Pontével, D. Elvira Maria de Vilhena; Marcos da Silva e sua esposa, Maria da Conceição; Filipe de Santiago Ribeiro; Maria Bárbara e seu marido Francisco de Sequeira; Luís Salinas de Oliveira e seu irmão Paulo de Bem Salinas; Maria Nunes da Silva; D. Antónia Francisca de Mendonça e João Rebelo de Campos; Padre Manuel de Sousa Caldeira; Estevão da Silva; Padre Pascoal da Costa; Nicolau Pereira; Domingos Lopes Coelho e sua esposa, Joana Maria da Silva; Francisco Ramos de Miranda e Teresa de Jesus Aurélia.

PT INSE ISSIE/GF/03/03/004a · Documento composto · 1747-08-15 - 1755-08-17
Parte de Irmandade do Santíssimo Sacramento da Igreja de Nossa Senhora da Encarnação

Assentos das receitas e despesas organizados por anos económicos entre os anos de 1747/1748 e 1754/1755. Apresenta, referente a cada ano, primeiro a receita, seguindo-se a despesa e, no final de cada ano, possui um resumo das quantias parcelares e totais da receita e da despesa, um resumo da receita, um resumo da despesa, o termo de entrega da conta ao tesoureiro sucessor e o termo de encerramento da conta. As receitas são provenientes sobretudo de rendas de casas, foros e juros e as despesas referem-se a pagamentos aos capelães, aos acólitos, cera, vinho e azeite para alumiar a Capela de Santo Amaro, em S. Bento. Existem alguns fólios soltos. Possui termo de abertura, mas não o de encerramento. Testadores: Luís Salinas de Oliveira e seu irmão Paulo de Bem Salinas. Tesoureiro: António Rodrigues Maia. Escrivão: Jorge Araújo; António Rodrigues Maia; Mateus Pereira Padrão; Francisco Xavier de Sousa Caro; outros.