Previsualizar a impressão Fechar

Mostrar 19 resultados

Descrição arquivística
12 resultados com objetos digitais Mostrar resultados com objetos digitais
Senhora das Dores. Receita e Despesa
PT ICPRT IC/B/040 · Série · 1876-09-02 a 1921-12-31
Parte de Irmandade dos Clérigos do Porto

Registo anual de receita e despesa da gerência das esmolas e mordomias da Senhora das Dores, com indicação dos saldos contabilísticos anuais (divisão trimestral das contas anuais a partir do ano económico de 1881 para 1882).
Entre Julho de 1881 e Setembro de 1888 o registo de contas surge parcialmente repetido em dois livros diferentes.
As receitas resultam essencialmente de esmolas «da bacia» e mordomias.
Entre as despesas constam, por exemplo: esmolas de missas pagas ao Capelão, azeite, impressões e papel de orações a Nossa Senhora, cera, festa da Senhora das Dores (ex.: música, Armador, Meninos do Coro, esmola ao Pregador, Jarrista, propinas aos «empregados da caza»), pagamentos por serviços (ex.: Capelão, Ajudante de Tesoureiro, Sineiro, Porteiro, Sacristão, Organista, Foleiro).

Igreja e Sacristia da Irmandade dos Clérigos do Porto
Officios e responsos
PT ICPRT IC/B/0106 · Documento simples · 1896-05-25 a 1925-10-05
Parte de Irmandade dos Clérigos do Porto

Registo de valores pagos por ofícios de corpo presente (ex.: Irmãos, Bispo, Abade, Ex-Mesário), missas gerais, responsos, exéquias por alma do Papa Leão XIII mandadas celebrar na Igreja dos Clérigos pela Associação Católica do Porto. Apresenta listas de nomes de quem recebe as quantias pelos mesmos ofícios (ex.: Diácono, Celebrante, Mestre de Cerimónias), indicando-se, em vários casos, em vez da quantia, a expressão «grátis».
Inclui uma folha solta com lista de nomes de Padres com anotações à frente de cada um: «deixei recado»; «vem»; «está doente»; «não pode»; «está fora»; entre outras.

Igreja e Sacristia da Irmandade dos Clérigos do Porto
Peditórios
PT ICPRT IC/B/0116 · Documento simples · 1921-03-11 a 1927-00-00
Parte de Irmandade dos Clérigos do Porto

Registo anual (com divisão trimestral) das verbas provenientes de peditórios. Folhas divididas em colunas: dias; dias de semana; Peditório (parcelas relativas a quantias); Pedinte (parcelas relativas a quantias). Dentro da coluna dos dias da semana é especificado o mês, dia da semana e outras proveniências das verbas dos peditórios (ex.: Semana Santa; Caixinhas; Peditórios do Menino Jesus; Quarenta Horas; Padroeira; São Miguel).

Igreja e Sacristia da Irmandade dos Clérigos do Porto